Antes de Viajar

5 Destinos de Viagem surpreendentes

www.allianz-assistance.pt - Content-5-Destinos-de-Viagens-Baratos-e-Surpreendentes

No artigo de hoje, escolhemos destinos surpreendentes mediante a relação destino/custo, claro. É (bem) possível comprar bilhetes de avião a preços acessíveis para visitar países que já correu nos seus sonhos, basta definir a altura certa do ano. Este artigo faz-lhe metade do trabalho. Dizemos-lhe onde, quando e damos-lhe uma ideia dos preços. Não precisa de agradecer!

Como se diz Páscoa em sérvio?

“Em Abril, tiro uns diazinhos”. Não é um ditado popular, mas, de tantas vezes repetida, torna-se expressão consensual entre as gentes. A culpa é do Tempo Pascal daquele mês, período que os portugueses aproveitam para recarregar baterias, ‘prolongando’ o feriado da Sexta-Feira Santa. Nem de propósito, sabe como se diz Páscoa em sérvio? O Novo Jardim, que é como quem diz Novi Sad – cidade no norte da Sérvia situada sobre o rio Danúbio –, será um ótimo lugar para aprender. Há quem defenda que é a cidade mais charmosa do país, colocando-a até à frente da capital, Belgrado, a uma hora de distância. Apreciar a paisagem a partir da Fortaleza de Petrovaradin ou perder-se nos sabores de restaurantes com estrelas Michelin não lhe irá esvaziar os bolsos, porque os preços dos transportes (de táxi, média de 0,50€ por km) e da alimentação (média de 5€ por refeição) cabem na carteira. Andar a pé também deve ser opção, uma vez que os mercadinhos de frutas e verduras, orientados pelos ambulantes, pintam os calçadões de cores agradáveis.

Ao sol numa mini-cidade medieval

Em Brasov, na Roménia, a temperatura média em Junho é de 16 graus. Nessa altura, já se sente nitidamente a diferença de clima entre o Verão, que tem para oferecer um reconfortante sol, e o Inverno, época que pode fazer os termómetros descer aos -10 graus. Se a região da Transilvânia o apaixona, adiantamos-lhe que este é o mês ideal, financeiramente falando (média de 0,50€ por km de táxi; média de 5€ por refeição; média de 40€ por noite num hotel de três estrelas), para ‘invadir’ uma das zonas mais visitadas do país: o centro histórico de Brasov. A panóplia de interesses vai desde a Casa Sfatuluit, construída no século 13 e atual Museu de História da cidade, à Igreja Negra, uma construção gótica de tijolo da cor que lhe dá nome, bem perto da Rua da Corda, a mais estreita da Europa, com 1,3 metros de largura. Trocar as praias pelos bastiões que serviam de ponto de observação, erguidos em 1494, será interessante e pouco dispendioso.

 

Cabe um Património Natural da UNESCO no seu Agosto?

Em Ocrida (Macedónia), todos os caminhos vão dar ao lago Ohrid, e o mês de Agosto é o mais económico para lá chegar. As refeições entre montanhas que chegam aos 2.800 metros rondam os 5€ e nos hotéis de três estrelas, num local que tem o título de Património Natural da UNESCO, não costuma gastar mais do que 40€ por noite. Caso a sua cabeça esteja a ansiar por praias, elas não lhe vão faltar, sabendo que tem de trocar a areia pelo chão de pedras. Também encontrará a típica ruela lotada de bares e restaurantes, para desfrutar dos ares noturnos de Verão. Chama-se Old Bazaar, sendo que as adjacentes ‘desaguam’ nas muralhas da cidade (Mesokastro). Ficará diante da melhor simbiose entre a beleza da natureza e a riqueza histórica.

 

A ‘Riviera Russa’

A prova de que Sochi é das cidades com um dos climas mais amenos da Rússia prende-se nos 16 graus de temperatura média em pleno… Outubro, que é quando a viagem para a zona nas proximidades do Cáucaso e do Mar Negro se torna mais rentável (táxi: média de 0,25€ por km; refeição: média de 6€; noite em hotéis de três estrelas, média de 29€). Volte a pronunciar. Sochi. O nome não lhe é estranho, pois não? A cidade ganhou relevância depois de ter acolhido os Jogos Olímpicos de Inverno em 2014 e o Campeonato do Mundo de 2018. Mesmo que, nessa altura, não seja tão agradável desfrutar das praias da intitulada ‘Riviera Russa’, experimente as escorregadelas nas montanhas de Cáucaso, onde pode esquiar, ou as florestas, que são Património Mundial do país. A carta gastronómica é curiosa, pois tem uma enorme influência da Geórgia, com o queijo e a massa enquanto ingredientes principais. Resumindo, Sochi está para os russos, como o Algarve está para os portugueses.

 

O Natal é zen

E que tal planear passar o próximo Natal na sexta maior cidade da Tailândia, Chiang Mai? Em Dezembro, vale muito a pena, além de que foge do caos de Bangkok para o sítio mais zen da Tailândia, capital espiritual do país, batendo o número de templos budistas existentes. É verdade, ultrapassam os 300! Andar de táxi (média de 0,25 por km) nem faz sentido, pois a antiga capital do reino de Lanna, construída em 1296, ‘grita’ por um bom passeio de bicicleta (podes alugar). Como não irá gastar muito dinheiro nas refeições (média de 1,34€) ou nas estadias (média de 36€ em hotéis de três estrelas), procure uma recordação nas feirinhas e nos night bazzar, que também são ótimos locais para experimentar as tradicionais linguiças – só se tornará difícil escolher o tipo, uma vez que há de porco, frango, soja e até de peixe! Com tantas opções diferentes, descubra aqui quais as 5 experiências que não pode perder neste país.

Ainda tem dúvidas de que um planeamento económico eficiente é o primeiro esboço para as tais férias inesquecíveis?

 

 

  

Seguros de Viagem

Obter Preço

AWP P&C SA-Sucursal em Portugal, com sede em Lisboa, na Avenida do Brasil Nº56-3ºPiso, 1700-073 Lisboa, contribuinte fiscal n.º 980 359 546, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Cascais sob o mesmo número.

*Allianz Global Assistance é uma marca registada da Allianz Worldwide Partners, que exerce a sua actividade em Portugal através da AWP P&C SA-Sucursal em Portugal